Bem vindo, visitante. Faça seu login ou Cadastre-se.

Dicas Para Seus Cabelos

O cabelo humano é composto em grande parte por uma proteína rígida chamada Queratina, que por sua vez contém uma grande quantidade de Cistina. Cada fio de cabelo é coberto por uma camada de escamas bem fechadas conhecidas por "cutícula" que protege o interior do cabelo. A elasticidade dos fios depende das ligações S-S ou ponte de enxofre das moléculas de Cistina. Quando o cabelo é exposto a uma série de fatores externos e/ou agentes agressores ocorre um rompimento desta ligação. Um tratamento cosmético baseado em agentes que possuam afinidade/identidade com esta estrutura, ajuda restaurar a flexibilidade e resistência dos fios do cabelos.

Há dois tipos de danos

Químico

Os danos químicos são resultantes do uso excessivo de tratamentos químicos (permanentes freqüentes e não adequadas, tinturas ou descoloração). Nos processos químicos como permanente e alisamento, é fundamental a quebra das pontes de Enxofre, contudo, infelizmente também se quebram parcialmente as pontes Salinas e de Hidrogênio, como conseqüência ocorre perda de água e de sais minerais, danificando a estrutura da fibra capilar. Enquanto que nos processos de tintura capilar oxidativa (demi-permanente e permanente), ataca-se as pontes de hidrogênio e salinas, que da mesma forma danificam a estrutura do fios.

Físico

Danos físicos são resultantes do excessivo uso de secadores, escovação brusca e uso da prancha quente. Estas agressões repetidas podem comprometer a estrutura do fio, fazendo com que o cabelo fique com aparência opaca e sem vida, apresente textura áspera e ressecada ao toque entre outros problemas sensoriais e visuais. Nos cabelos ondulados há uma maior probabilidade de ocorrer danos na parte interna da curvatura do fio, pois rompe-se com maior facilidade devido a falta de resistência e elasticidade.

BIO-RESTORE

No fio do cabelo saudável a cutícula tem um padrão regular. Quando está em boas condições, as moléculas de água e de proteína ficam seladas dentro do cabelo, mantendo-o maleável, forte e macio.

No cabelo danificado algumas das escamas estão abertas favorecendo a perda de umidade e proteína, tornando-o menos flexível e mais sujeitos a rupturas. As principais características do cabelo saudável são o seu brilho e sua maleabilidade. Há três fatores essenciais que determinam o cabelo saudável são:

Teor hídrico

O cabelo deve ter uma hidratação adequada, e óleos protetores. PH ideal:O cabelo deve ser levemente ácido, pH entre 5,0 - 6,5.

Equilíbrio de aminoácidos

Estruturação

A estrutura do fio do cabelo é formada principalmente por úvel em água, composta por 18 a 25 tipos de aminoácidos entrelaçados por pontes de enxofre (S), salinas e de hidrogênio, dispersos em água e com traços de sais minerais. O fio capilar cresce, porque está interligado a bulbos, na derme/epiderme capilar, extremamente rica em silício orgânico, responsável pelas principais atividades biológicas que permitem o seu crescimento. Recentemente ficou comprovado que a concentração de silício orgânico presente na derme da área capilar é cerca de 5 a 6 vezes superior à encontrada na epiderme. Portanto a utilização de complexos de silício ativo com agentes biológicos, em concentrações adequadas, representa uma avançada alternativa no combate aos problemas específicos. Análises recentes confirmaram as taxas obtidas, podendo se dizer mais de 1500 mg/kg nos fios do cabelo.

Silício Orgânico

O silício orgânico contribui para um aumento da resistência química da Queratina, tanto a qualidade quanto a quantidade dos cabelos depende significativamente da presença de silício em todos os níveis: derme, epiderme e fios. Nos tratamentos capilares, o silício ajuda preservar as pontes de Hidrogênio atacadas durante os processo químico. Também contribui para melhorar a força e a resistência dos fios, permitindo a melhora da estrutura da fibra do cabelo, resultando cabelos mais fortes, brilhantes e saudáveis. Também é indicado para os cuidados da queda dos cabelos por quebra por processo químico.